terça-feira, 21 de setembro de 2010

Contra Thiago Mello

nasci sem pernas.
desde criança o sol a mim se afigurou estanque
- iluminou dias que não foram meus,
enlevou sonhos que eram de outras gentes.

os meus diamantes não os divido,
guardo-os escondidos na esperança rente,
e não me interessam os que não sejam meus
nem a quem eles pertencem.

sou pelo quarto onde o destino, por maldade,
me pôs trancado. A minha vida, desde sempre,
foi um fardo

- a indumentária que veste um espírito decadente.
Mas os diamantes, que à vida são mais caros,
estes são só meus - não os divido com essa gente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário