quarta-feira, 26 de junho de 2013

Violência sagrada

Quando se vive em estado de exceção, e quando a própria realidade se torna uma crítica radical do direito, o caráter destrutivo absorvido pelas massas constitui o que fogo representa nos rituais profanos de incineração - isto é, libertação, violência sagrada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário